sábado, 15 de janeiro de 2011

Maria Antonieta Josefa Joana de Habsburgo-Lorena, nasceu em Viena a 2/11/1755 e morreu em Paris a 16/10/1793, arquiduquesa da Áustria e rainha consorte de França de 1774 até à Revolução Francesa. Maria Antonieta era a filha mais nova do imperador doSacro Império Romano - Germânico. Casou-se em 1770, aos catorze anos de idade, com  Luís Augusto de Bourbon (delfim da França), que, em 1774, tornou-se o rei de França com o nome de Luís XVI.
No início da sua vida em Versalhes, Maria Antonieta dispensou boa parte das damas de companhia, e povoou a corte de gente jovem e elegante. A Rainha adorava organizar corridas de cavalo, e divertia-se em passeios de carruagem.
O que mais fascinava Maria Antonieta, eram as festas das noites parisienses e a sua animação. Frequentava  habitualmente óperas, teatros, e participava em bailes. Luís XVI não se incomodava em deixá-la divertir-se sem ele. Maria Antonieta teve várias amigas, como a princesa de Lamballe e a duquesa de Polignac. Maria Antonieta, também, se interessou pela filosofia política, hitória, e literatura.
Em 1774, com a morte de Luís XV,o seu marido Luís Augusto foi coroado como Luís XVI.
Ao ter sua primeira filha, o rei, deu-lhe de presente o Petit Trianon, um palácio de pequenas dimensões nas imediações de Versalhes existindo neste local uma pequena quinta, onde havia vários animais do campo, uma horta e, obviamente, criados para a manutenção do espaço, Maria Antonieta tornou-se mais simples, porém este tempo de paz veria o fim brevemente, após diversos escândalos do interior do palácio e de um Inverno rigoroso, que  conduziu a uma situação agrícola  desastrosa e levou a uma autêntica mortandade, devido à escassez de alimentos e ao frio. Estava prestes a começar o declínio de Maria Antonieta.
Em  1789, a família real foi detida no palácio de Versalhes e levada pelos revolucionários para o Palácio das Tulherias. Ficou aí detida com seu marido e filhos, até que, em 1792, com o auxílio do conde Axel Fersen, foi tentada uma fuga, mas foram reconhecidos e detidos quando passavam em Varennes.
Durante o processo de  acusação de Luis XVI o mesmo foi condenado à morte e guilhotinado em Janeiro de 1793 . Depois da execução de Luís XVI, Maria Antonieta foi condenada à morte por traição, morrendo na guilhotina 16/10/1793.

Sem comentários:

Enviar um comentário