segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

O Congresso de Viena

Após o fim da época napoleónica, que provocou mudanças políticas e económicas em toda a Europa, os países vencedores (Áustria, Rússia, Prússia e Inglaterra) sentiram a necessidade de realizar um tratado para restabelecer a paz e a estabilidade política na Europa, já que momentos de instabilidade eram vividos.
O Congresso de Viena foi uma conferência entre as potência vencedoras da batalha contra o Império de Napoleão, que decorreu entre 1 de Outubro de 1814 e 9 de Junho de 1815. Os objectivos desses países eram redesenhar o mapa político europeu, restabelecer a ordem na França permitindo desta forma garantir a paz na Europa.
Foi assegurado que a França deveria pagar uma indemnização de guerra (700 milhões) e formar um novo governo conservador, dominado pelo clero e pela nobreza. Fragmentaram-se arbitrariamente a Alemanha e a Itália. A Rússia, a Áustria e a Prússia, baluartes do absolutismo, engrandeceram com a aquisição de novos territórios, numa manifestação de claro desrespeito para com os Polacos, Belgas, Italianos, Alemães. As consequências do Congresso de Viena foram: vantagens políticas para os países dominantes, redefinição das fronteiras políticas europeias e relativa paz no contexto da época.




Sem comentários:

Enviar um comentário