quinta-feira, 19 de maio de 2011

Guilherme II da Prússia

Guilherme II é filho do imperador Frederico III e neto de Guilherme I. Foi rei da Prússia e imperador da Alemanha de 1888 a 1918. Era um militarista entusiasta, com um conhecimento profundo dos problemas sociais, filosóficos e religiosos. Dado que não concordava com a política estrangeira de Bismarck, demite-o e substitui-o por Capuivi (1890), dando assim início ao "novo rumo", que propunha dar à Alemanha o almejado prestígio mundial. Guilherme II preconizava a política internacional como missão, a criação de uma grande potência como objetivo e a construção de uma poderosa esquadra como instrumento.
As indústrias químicas, metalúrgicas e carboníferas aperfeiçoam-se e tornam-se as primeiras do mundo. Durante algum tempo, a paz interna é abalada pelas lutas sociais e os conflitos provocados pelas minorias étnicas. Entre 1890 e 1896, as relações com Inglaterra são tensas devido às ambições coloniais do imperador em África, tentando uma aproximação com a França (1904) e com a Rússia (1905), mas esta tentativa não foi em vão. Como forma de se prevenirem do poderio alemão, a Grã-Bretanha, a França e a Rússia fazem um acordo (1907) de mútua defesa em caso de guerra (Tríplice Entendimento). Como resposta a este acordo, Guilherme II faz um acordo semelhante com o império austro-húngaro e Itália (1912), aumentando assim o poderio do exército e da marinha. Em 1914, põe-se ao lado dos austro-húngaros na contenda com a Sérvia, e declara guerra à Rússia e à França. começa assim a Primeira Guerra Mundial. Guilherme II, após a derrota e revolta do seu exército, refugia-se em Doorn, mas não abdica do trono.

Guilherme II da Prússia. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2011. 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário